sexta-feira, 29 de maio de 2015

Cardápio de 01 a 05 de Junho



Preço dos Restaurantes Populares será corrigido



Depois de permanecerem congelados durante cinco anos, os valores das refeições servidas nos Restaurantes Populares de Belo Horizonte serão corrigidos a partir da próxima segunda-feira, dia primeiro de junho. As cinco unidades da capital são gerenciadas e administradas diretamente pela Prefeitura, conforme prevê a lei 7612/98, que em seu artigo 2º prevê que o preço a ser cobrado pela refeição servida não pode ultrapassar o seu custo unitário, incluindo aí os valores necessários e indispensáveis à produção das refeições, à manutenção e ao funcionamento do restaurante popular.


O custo médio por refeição nos Restaurantes Populares é de R$ 6,58, assim discriminado: Café da Manhã: R$ 1,43; Almoço: R$ 6,58 e Jantar: R$ 3,87. Com o reajuste, as refeições terão os seguintes valores: Café da Manhã: R$ 0,75; Almoço: R$ 3,00; e Jantar: R$ 1,50. O reajuste permitirá à Prefeitura, além de corrigir uma defasagem de valores, garantir a manutenção dos serviços com qualidade e também ampliar o número de refeições servidas. As pessoas em situação de rua recebem as refeições gratuitamente e os beneficiários do Bolsa Família têm 50% de desconto, o que representa o benefício para cerca de 161 mil pessoas por ano.
O reajuste da refeição nos Restaurantes Populares ficou bem abaixo da variação de alguns indicadores econômicos apurados no país, nos últimos cinco anos. O custo da Cesta Básica do IPEAD, no período de maio de 2010 a dezembro de 2014, teve variação de 42,57%. Segundo a legislação, o índice a ser aplicado no reajuste dos preços praticados nos Restaurantes Populares é o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial), que acumulou no período 2010/2015 uma variação de 40,68%.
Referência Nacional e Internacional

Atualmente são servidas cerca de três milhões de refeições por ano nos Restaurantes Populares de Belo Horizonte. Em 2014, o investimento total do programa foi de R$11.936.604,59, sendo que R$7.601.567,80 foram subsidiados pela Prefeitura, o que representa um percentual de 64%.

Esse é o maior programa de alimentação a baixo custo do país. Hoje, os Restaurantes Populares de Belo Horizonte são uma referência para as demais cidades, e serviram de modelo para a implantação de unidades no Rio de Janeiro, São Paulo e  Brasília. A política de combate à fome promovida em Belo Horizonte recebeu em 2009, em Hamburgo, na Alemanha, o Prêmio de Política de Futur, do conselho ético World Future Council (WFC), formado por 50 especialistas do mundo inteiro.

Belo Horizonte tem quatro Restaurantes Populares e um refeitório, divididos pelas principais regiões da cidade de forma a atender toda a população da capital:

Restaurante Popular I
Av. do Contorno, 11.484 - Centro
Horário de Funcionamento:
6:30 às 8 horas - café da manhã
10:30 às 14 horas - almoço

17:30 às 19:00 horas - jantar 

Restaurante Popular II (fechado temporariamente para reforma)
Rua Ceará, 490 - Santa Efigênia (região hospitalar)
Horário de Funcionamento:
6:30 às 8 horas - café da manhã
10:30 às 14 horas – almoço

17:30 às 19:00 horas - jantar

Restaurante Popular III Venda Nova
Rua Padre Pedro Pinto, nº. 2277 - Estação "BHBus" - Bairro Venda Nova.
Horário de funcionamento: 11 às 14 horas para almoço e marmitex
Restaurante Popular IV Barreiro
Rua Afonso Vaz de Melo, 1001 – Barreiro
Horário de Funcionamento:

11:00 às 14 horas – almoço
17:00 às 19:00 horas – jantar